11 de nov de 2009

frio???

Um calafrio corre por todo minha espinha, acabando em uma lagrima que foge de meus olhos. Sinto-me atraído por um buraco negro,todo a tristeza me consome...uma grito preciso só de um grito, mas, já não posso gritar, já não tenho nem voz, nem boca. Me transformei na mente doentia que me carrega através do tempo e espaço,vou como uma galáxia vagabunda me afastando de tudo até culminar em uma grande e cheio nada.
Por onde meus pés vão, minha mente não acompanha minhas pernas. É tudo loucura, estou perdido em meu peito. Mas...que se foda tudo, meus olhos só enxergam o que ninguém consegue ver...o que é tudo isso? Bem se eu soubesse não estaria me perguntando, e que se dane a resposta.
(rick rosa)

Olhos pesados

Meus olhos pesam, minha mente trabalha, e quero seus beijos.
Abro as portas , caminho explorando minhas lembranças, viajando pelo inconciente ,agora ciente da falta de seus olhos.
Em minhas viagens ,quase sempre te vejo, não sei se sou poeta, ou apenas um viajado qualquer.
Coloco nas linhas que escrevo seu sorriso parece ser meu alvo, mas, quero que você me veja...seus olhos bateram em mim, e neles enxerguei que você pensou naquilo que poderia ter sido, mas, estamos aqui agora cada um em seu torto caminho...
(rick rosa)

28 de out de 2009

fria...

A madrugada fria como seus lábios e eu aqui a pensar e pensar...tudo que poderia se fazer, o passado não pode ser mudado, muito menos quando ele nunca existiu,o presente é o que há, e o futuro simplesmente não existe. E ainda assim eu quero seus lábios frios...sua pele , e seu corpo, sua mente...quero tudo em você, quero mergulhar dentro de ti e descobrir que você ainda me esconde em algum lugar de seu coração ferido pelo tempo, aproveite a vida pequena, aproveite, por que a vida será a única merda que lhe restará quando eu me for, e meus pés já caminham em direção ao caminho que me levará para longe..
(Rick rosa)

20 de out de 2009

Considerações


Me pego ao meio a madrugada me perguntando, por que escrevo essas merdas, e as deixo aqui exposta, sendo que tudo que escrevo é, mas, não é , sendo o que sinto...A resposta é simples todos somos suscetíveis a esses sentimentos de bosta, e sempre depois que eles passam, nos dissemos, como eu era idiota, a resposta é que somos idiotas, sempre sentimos essas porras, e você lendo isso aqui, pensando, o que esse filho-da-puta ta dizendo idiota é ele , por que eu amo, se vc esta lendo isso pensando isso, é melhor você guardar essa porcaria, por que, uma dia você estará meio bêbado, falando que como você , foi idiota de se entregar por inteiro a uma pessoa, a você vai desdobrar esse lixo com cuidado, e dizer, o merdinha tinha razão. Só te peço quando você conseguir um novo amor, você também leia isso aqui, e por mais que você disse que essa é a pessoa da sua vida, sempre você vai repetir isso a outra, pelo menos 2 pessoas diferentes.Afinal dessa caraice toda me pergunto,quem vai fazer isso...mas, fala a verdade você pensou que eu ia escrever outra coisa...se pensou se deu mal

(Rick ROsa)

3 de out de 2009

NADA


Em meio a tanto movimento peguei-me pensando em você, não sei por que diabos, mas , você invadiu os meus pensamentos de forma repentina.E minha noite que nada parecia ter, brilhou um raio de esperança.Bebo mais um trago, fumo mais um cigarro.E a cada passo meu pela rua, penso nos momentos que nunca tivemos, e então as lagrimas escorrem pelo meu rosto, e é atraida pelo chão.O mundo vai girando devagar,, o sol vai surgindo ali a frente, e a cada passo minhas memórias se expandem, me levando ao seu sorriso.Na madrugada todos parecem caminhar em direção a si mesmo, eu não caminho mais em direção a mim, caminho em direção a cama onde você não esta.Vejo uma luz no fim do túnel, é só o primeiro trem do dia, ele me leva para longe, longe de você,mas, em algum lugar do tempo você deve estar comigo. E que tudo se foda, só seu sorriso importa agora.

(Rick Rosa)

16 de set de 2009

unvierso

Um calafrio corre por todo minha espinha, acabando em uma lagrima que foge de meus olhos. Sinto-me atraído por um buraco negro,todo a tristeza me consome...um grito, preciso só de um grito, mas, já não posso gritar, já não tenho nem voz, nem boca. Me transformei na mente doentia que me carrega através do tempo e espaço,vou como uma galáxia vagabunda me afastando de tudo até culminar em um grande e cheio; nada.
Por onde meus pés vão, minha mente não acompanha minhas pernas. É tudo loucura, estou perdido em meu peito. Mas...que se foda tudo, meus olhos só enxergam o que ninguém consegue ver...o que é tudo isso? Bem se eu soubesse não estaria me perguntando, e que se dane a resposta.

momento

Meus olhos pesam, minha mente trabalha, e quero seus beijos.
Abro as portas , caminho explorando minhas lembranças, viajando pelo inconsciente ,agora ciente da falta de seus olhos.
Em minhas viagens ,quase sempre te vejo, não sei se sou poeta, ou apenas um viajado qualquer.
Coloco nas linhas que escrevo seu sorriso parece ser meu alvo, mas, quero que você perceba que na escuridão do mundo só meus braços são seu lugar seguro.

1 de jul de 2009

...


Eu querendo seus lábios, estou mergulhado em minha cama suja pelo tempo. Minha solidão de um final feliz. Escalo minhas montanhas sozinho, esperando um sorriso qualquer. Estou completamente perdido, perdido em campos de morangos vermelhos. Não há o que fazer, é o fim, meu fim.sentado em canto escuro ou caminhando pelas ruas quando as trevas me cobrem, me pergunto onde estás. Já não te vejo, nem em meus sonhos, você é só um lembrança triste de minha mente, uma lembrança que não sei se quero apagar, meus olhos fogem do seu, me mergulham no asfalto. Não quero me ver em seus olhos tristes, um gole de uma bebida qualquer me aquece da noite fria. Nada parece possível agora , minha garganta está seca ,e ,eu não consigo mais gritar seu nome. Ainda assim sussurro seu nome. Ainda ouço suas palavras em meus ouvidos, enquanto meus braços se escondia do mundo sombrio. Coloquei em mim um mascara para tentar fugir do amor, para tentar fugir de mim. Já não me reconheço, olho pra mim mesmo e grito ; “NÃO ,ESSE NÃO SOU EU”. Na verdade estou completamente perdido desde que você se foi. Tenho vontade de fugir para alguma dimensão em você não exista, mas você vai sempre existir, e eu não posso fazer nada por isso. em algumas noites pareço ouvir o balbuciar da sua voz junto a meu ouvido em quando durmo. Vejo seu rosto nas nuvens, não te quero mais, ou quero não sei ao certo. As estrelas, todas elas negras, já não adianta gritar. Chorar não vai te trazer de volta para meus braços. Eu e você, é tão improvável, eu já não vivo meu futuro. “você é tudo que esperei encontrar, por que não de conheci antes?” - ela me disse. E essas palavras se perderam em seu coração. O amor é uma aberração, estranho para todos. tenho vontade de me esconder em algum canto do universo. Não sou tão especial como pensei, as estrelas parecem cair em minha cabeça. Você fugiu, e não há nada que eu possa fazer. Meu mundo agora é tão aparente, já não sei o que é real em mim. E tudo por que você se foi, porque você se foi? Seus olhos melancólicos eram meu esconderijo preferido, ali a tristeza parecia não me atingir, e foi lá que ela me achou. Agora sou um homem quebrado sentado no meio fio , contemplando a tragicomédia que é a vida, o mundo está desmoronando a todo momento. Meus dedos dançam no teclado do computador, e crio melodias tristes, lagrimas tentam fugir de meus olhos a todo momento, e em casa sozinho não preciso mais esconder nenhuma , e tenho me pegado pensando em você com frequência. Como te quis como te quero e como odeio sentir isso. Chamas incendeiam meu peito toda fez que eu te vejo, e melhor eu manter a calma, tentar sobreviver a tudo isso, em alguma época isso há de acabar, tudo que quero agora, é um cigarro para me distrair com a fumaça e tentar te esquecer pelo menos por cinco minutos.
(rick rosa)

dia ruim


Meus pés tocam o chão frio, e o que sei eu de você agora? Você está tão longe, e eu acordo muitas vezes querendo que você estivesse nesse quarto, sempre tão escuro. Cada vez que penso em você meus olhos ficam úmidos. Perdi as contas de quantas vezes eu te quis esta semana, hoje é segunda. Meus cabelos sentem a falta de suas mãos pequenas neles, como sinto falta daquelas madrugadas frias, o qual meu corpo te esquentava, hoje a madrugada será fria, como todas tem sido, e não há cobertor que aqueça um coração triste. Sentado na areia vejo seus olhos sempre tão tristes, eles já sorriram pra mim, eu te quis, e hoje eu te quero, acho que sempre te quero.
É tudo tão mais triste aqui em meu peito.
(Rick rosa)

triste


Meus pés tocam o chão frio, e o que sei eu de você agora? Você está tão longe, e eu acordo muitas vezes querendo que você estivesse nesse quarto, sempre tão escuro. Cada vez que penso em você meus olhos ficam úmidos. Perdi as contas de quantas vezes eu te quis esta semana, hoje é segunda. Meus cabelos sentem a falta de suas mãos pequenas neles, como sinto falta daquelas madrugadas frias, o qual meu corpo te esquentava, hoje a madrugada será fria, como todas tem sido, e não há cobertor que aqueça um coração triste. Sentado na areia vejo seus olhos sempre tão tristes, eles já sorriram pra mim, eu te quis, e hoje eu te quero, acho que sempre te quero.
É tudo tão mais triste aqui em meu peito.
(Rick rosa)

divagação


A cerveja escorre pela minha garganta e a cada gole me pergunto onde você esta. Um cigarro barato na orelha, enquanto observo a lua sentado no meio fio. Por que penso tanto em você?
Os dias tem sido terriveis comigo a cada amanhecer meus labios te buscam em vão, a cada anoitecer morro sem estar em seus braços. Uma tristeza toma meu peito. E o que devo fazer?não sei, tenho resposta para quase tudo, mas, quando olho em seus olhos, me sinto uma criança somente com perguntas .
Fujo, corro pra qualquer lugar, o que sinto me desespera, e saber que você nunca será minha, maltrata meu coração mendigo.
Escrevo com os olhos umidos, a boca seca por seus labios e o corpo frio pelo tempo. alguem me dê uma bebida, alguem me mate, acho que não preciso viver sem ser amado por ela
(rick rosa)

embriagado


Tenho encontrado seu olhar nas estrelas, meus lábios têm passeado por seu corpo em meus sonhos. E esta noite vendo céu, imaginei seu sorriso, você tem sido meu sonho.
Sua voz suave e meu ouvido, eu tenho imaginado você dizer que me ama. Amo a paixão que sinto por você, mas, não quero sentir isso sozinho. Quero te mostrar a nuvens iluminadas por relâmpagos como em um juízo final, e eu sou declarado culpado de amar.
Tenho representado a cada dia, e em cada olhar meu digo que te adoro. Talvez seja tarde pra dizer que se ama, talvez não seja tão tarde pra viver uma paixão. Meus pensamentos me arrastam pela estrelas em busca de teu sorriso. Passear pelo seu corpo em uma noite de luar. É garota, eu não queria me apaixonar, e um olhar seu invadiu meu peito. Você com um anjo apocalíptico que chegou destruindo toda a falta de amor, e me mostrou que é possível sentir algo. Agora estou perdido no meio de meus pensamentos, imaginando como deve ser sentir seu abraço. Um inferno de amar, um mau uso da paixão, e agora estou aqui.
Minha realidade já não existe a muito tempo, ela se perdeu, vivo no mundo em que criei, uma realidade sóbria embriagada, escondendo- se no hálito de uma bebida vagabunda e em uns tragos de cigarro vagabundo, tenho usado a chuva para chorar sem que percebam. E agora vejo suas lagrimas, você olha pro chão, seu coração tenta fugir de uma amor cruel, não parece ter saída. Suas lagrimas dançam em seu rosto até caírem no chão. Venha olhe a lua, lhe aponto as nuvens e te mostro que atrás delas as estrelas se escondem, e como em um filme , quando você olha para o céu, as nuvens nos dão licença ,e lhe mostra a imensidão do céu, seus olhos brilham, eu viro meu rosto e vejo sua boca, a como eu a quero beijar, mas, tenho paciência, agora não, depois. seu coração como uma caixa de pandora, vou abri-lo. Te quero olhar nos olhos, e mostrar como o mundo é cruel e ainda assim podemos sonhar, e entre um gole dizer que te amo minha amiga, é guria eu tenho sido paciente todos esses anos a espera de um amor, agora você esta aqui eu não sei o que fazer. Sei apenas seu nome e pouca coisa sobre você, mas vai, agora que você se vai , faço questão que leve meu coração, não faz sentido ele continuar batendo em meu peito se você não estiver aqui. As lagrimas cai de meus olhos, e é melhor te mandar um beijo, um abraço, acabar esse texto e esperar o telefone tocar e torcer pra ser você.
(rick rosa)

19 de jun de 2009

Fuga


Tenho feito de tudo um pouco para fugir da realidade e poder encontrar seus olhos, e agora que seus olhos me enxergam eu não sei o que devo fazer.
È tudo um monte de merda, eu tentando te esquecer, e você surgingo quase que do nada...e eu fico confuso novamente.
quando esou pertop de ti quero fugir para longe e não ter que olhar em seus olhos, e quando estou longe...bem ai acendo mais um, e bebo mais um copo para poder ver seus olhos em meio a escuridão de um dia frio...porra , você mexe comigo, me sinto com doze anos de idade, já não sei se devo de esquecer, sei que gosto de você, e sei em seus olhos que mexo coom sua cabeça , o que devo fazer?acho que nem o tempo vai me dizer, aliás o tempo tem brincado comigo, o tempo é o gatinho, eu a bolinha de lã. Só quero fugir, mas, pra onde?
(rick rosa)

31 de mar de 2009

sexta feira

Passei meus dias querendo te encontrar, depois descobri que tinha de encontrado, e em uma sexta feira qualquer você sorrindo pra mim, ai você me disse algo e eu chorei, as palavras que saíram de sua boca foram pra se despedir, e eu aqui implorando por seu lábios e o único sabor que senti que vinha dele era amargo, as lagrima escorreram de meus olhos, em uma sexta feira.
Procurei você no gosto azedo de minhas lagrimas , você se foi, eu ainda te procuro, sem saber seu nome, sem saber do que gosta, mas, dane-se eu gosto de você. Pra merda todos em uma sexta feira seria melhor beber umas cervejas do que ouvir você me dizer: “adeus amigo”. Maldita sexta feira.

19 de fev de 2009

real

Tudo é uma fuga dessa realidade mórbida que vivemos, eu te buscando em cada lagrima que escorre de meus olhos, e você me buscando em seu desespero infantil. Te quis ,não te quis e a cada dia percebo que te quero o tempo vai escorrendo aos meus pés, e seus nome desaparece de minha mente e reaparece em meus lábios secos e miseráveis, seu nome, minha esperança.
O relógio marca a hora, tenho que sair, antes que veja meu enterro nesse quarto de paredes humídas, queria encontrar-te novamente, queria contemplar minha loucura em seus olhos, queria te ver deitada em meus colo me olhando.
Minha voz perde a força frente ao abismo, e tudo que quero é te ter, e isso só parece possível em sonhos, e nem todos os sonhos se tornam realidades, você é a musa de minhas canções tristes, e deusa da minhas palavras mortas.
Quero seu sorriso, sua voz, seu cabelos, seu corpo e suas mãos pequenas, sei que em seus momentos de solidão pensa em mim. Você foi o que é hoje, uma esperança perdida em um paraíso em chamas.
(rick rosa)

momento qualquer

Eu querendo seus lábios, estou mergulhado em minha cama suja pelo tempo. Minha solidão de um final feliz. Escalo minhas montanhas sozinho, esperando um sorriso qualquer. Estou completamente perdido, perdido em campos de morangos vermelhos. Não há o que fazer, é o fim, meu fim.sentado em canto escuro ou caminhando pelas ruas quando as trevas me cobrem, me pergunto onde estás. Já não te vejo, nem em meus sonhos, você é só um lembrança triste de minha mente, uma lembrança que não sei se quero apagar, meus olhos fogem do seu, me mergulham no asfalto. Não quero me ver em seus olhos tristes, um gole de uma bebida qualquer me aquece da noite fria. Nada parece possível agora , minha garganta está seca ,e ,eu não consigo mais gritar seu nome. Ainda assim sussurro seu nome. Ainda ouço suas palavras em meus ouvidos, enquanto meus braços se escondia do mundo sombrio. Coloquei em mim um mascara para tentar fugir do amor, para tentar fugir de mim. Já não me reconheço, olho pra mim mesmo e grito ; “NÃO ,ESSE NÃO SOU EU”. Na verdade estou completamente perdido desde que você se foi. Tenho vontade de fugir para alguma dimensão em você não exista, mas você vai sempre existir, e eu não posso fazer nada por isso. em algumas noites pareço ouvir o balbuciar da sua voz junto a meu ouvido em quando durmo. Vejo seu rosto nas nuvens, não te quero mais, ou quero não sei ao certo. As estrelas, todas elas negras, já não adianta gritar. Chorar não vai te trazer de volta para meus braços. Eu e você, é tão improvável, eu já não vivo meu futuro. “você é tudo que esperei encontrar, por que não de conheci antes?” - ela me disse. E essas palavras se perderam em seu coração. O amor é uma aberração, estranho para todos. tenho vontade de me esconder em algum canto do universo. Não sou tão especial como pensei, as estrelas parecem cair em minha cabeça. Você fugiu, e não há nada que eu possa fazer. Meu mundo agora é tão aparente, já não sei o que é real em mim. E tudo por que você se foi, porque você se foi? Seus olhos melancólicos eram meu esconderijo preferido, ali a tristeza parecia não me atingir, e foi lá que ela me achou. Agora sou um homem quebrado sentado no meio fio , contemplando a tragicomédia que é a vida, o mundo está desmoronando a todo momento. Meus dedos dançam no teclado do computador, e crio melodias tristes, lagrimas tentam fugir de meus olhos a todo momento, e em casa sozinho não preciso mais esconder nenhuma , e tento me pegado pensando em você com frequência. Como te quis como te quero e como odeio sentir isso. Chamas incendeiam meu peito toda fez que eu te vejo, e melhor eu manter a calma, tentar sobreviver a tudo isso, em alguma época isso a de acabar, tudo que quero agora, e um cigarro para me distrair com a fumaça e tentar te esquecer pelo menos por cinco minutos.
(rick rosa)

28 de jan de 2009

você

Rapidamente as lagrimas cessaram , um sorriso como que por acaso surgiu em meu rosto, e meus olhos encontraram os seus pelo caminho, tudo que preciso descobrir agora é o caminho que me levara a ti.
Não sei se quer o seu nome, mas, decifro seu sorriso. A meus sonhos te buscam. Não, você não precisa me amar, você só tem que deixar que eu te ame, e todo resto, será resto.
Sua pele atraem meus extintos, seu sorriso me leva a loucuras, e seus olhos me trazem paz. Suas lagrimas me atingem nessa minha prisão, meus pensamentos querem apenas pensar em você.
Devotamente chamo seu nome nas noites frias, escrevo poemas para você... Busco-te simplesmente. Procuro sempre um saida desse sentimento doce e cruel.
(rick rosa)

longe

Meus pés tocam o chão frio, e o que sei eu de você agora? Você está tão longe, e eu acordo muitas vezes querendo que você estivesse nesse quarto, sempre tão escuro. Cada vez que penso em você meus olhos ficam úmidos. Perdi as contas de quantas vezes eu te quis esta semana, hoje é segunda. Meus cabelos sentem a falta de suas mãos pequenas neles, como sinto falta daquelas madrugadas frias, o qual meu corpo de esquentava, hoje a madrugada será fria, como todas tem sido, e não a cobertor que aqueça um coração triste. Sentado na areia vejo seus olhos sempre tão tristes, eles já sorriram pra mim, eu te quis, e hoje eu te quero, acho que sempre te quero.
É tudo tão mais triste aqui em meu peito.
(Rick rosa)

saída?


Meus olhos se fecharam, minha boca balbuciou seu nome, é o ultimo beijo, a ultima noite, o ultimo amor.
Aqui entre essas paredes se findam nossas paixões. Pensei nesse fim enquanto vinha pra cá durante o ultimo cigarro, pensei que depois da nossa ultima transa encerraria, só que você só saberia depois, quando eu estivesse procurando meu cigarro, pensando onde beber ee indo em direção da porta.
E agora estou aqui parado sentado nessa poltrona e não tenho a minima ideia do que fazer você esta dormindo na cama, enquanto você esta dormindo, vejo um pequeno sorriso em seus labios. Acho que acabo de descobrir que te amo. O relogio marca seis horas da manhã, a maior parte da noite, fiquei aqui parado vendo você dormir. É eu melhor eu ir, meus cigarros acabaram, e logo você acordara estara com fome, vai precisar comer algo. Essa noite descobri que te amo, e essa manhã de farei saber de meu amor.
(rick rosa)

nada

Seus olhos perfuram meus pensamento... e então busco seus labios , eles não estão lá. E então tomo mais um gole. Você nunca esta. E eu sempre fico pra trás, e meus pés vão sem direção e a cebeça só vai, os olhos procuram algo , o que ? não sei ainda ,no entanto, continuo buscando , e por que não buscar?
Todos estão por ai, e eu por aqui , sem nenhum dinheiro , sem trabalho e sem amor. E as vezes fico feliz de não ter porra nenhuma , pelo menos assim não corro o risco de sair perdendo. E tudo que escrevo, talvez milhares leram, mas, só depois que eu morrer.
Não luto pra viver, apenas vivo. Não lutarei contra a morte, apenas morrerei. Vou vivendo, e as me iludo com se isso fosse bom, como de fato é algumas vezes.
Quando eu morrer não importara o tanto de palavras que escrevi, ou quantas letras digitei, muito menos o que vivi, só se torna heroi de fato quem morre.
O tempo escorre esternidade a dentro, o universo se expande pra em algum momento retroceder... e por mais infinito que seja o universo, e que o fim é anunciado, e que tudo morre, ainda fazemos questão de sermos eternos, queremos que o amor seja eterno.
Só o que sobra para nós é o fim, tudo acaba um dia com acabou esse texto depois de 242 palavras e você nem percebeu.
(rick rosa)

lagrimas


Quantas lagrimas fugiram de meus olhos nesse últimos anos? Conhecer-te foi meu paraíso, foi meu inferno.
O seu cheiro ainda esta em meu nariz e minhas mãos sentem sua pele lisa. Você esta tão longe, e por mais que eu não te queira mais, ainda te quero.
Você é o grande amor que nunca terei, e na minha velhice eu ei de recordar de você como o grande amor que não vivi.
Tudo que eu sempre quis foi você, e de você só me restaram palavras tristes e algumas imagens... O tempo te arrancou de meus braços, e em muitas manhãs o que me faz levantar da cama é um fio de esperança de ainda te ter, e isso acaba com o passar dos minutos.
Minha vida sem você é triste, e eu não consigo me adaptar a sua ausência o melhor a fazer é parar de escrever, pegar minha blusa, dar uma volta, ver se fumo um cigarro ou se bebo alguma coisa, a merda é saber que quando eu voltar pra dormir você ainda vai estar aqui em minha mente.
(rick rosa)

grito


Eu tenho gritado seu nome, tenho buscado em minhas lembranças cada detalhe de seu rosto. Odeio esse sentimento em meu peito. Queria ter ficado calado naquele dia, queria que você tivesse ficado calada, creio que ainda assim de nada adiantaria, meus olhos dizia tudo o que você queria ouvir, quantas vezes seus olhos me buscaram???não adianta negar, meus olhos te suprenderam milhares de vezes. Nãoimporta onde você esteja agora, sempre serei o que de fato você ama. Você não pode me esconder em seus pensamentos, eu sei que estou lá.
(rick rosa)

17 de jan de 2009

bebidas/amores


Paixões e amores são como bebidas, você aprecia enquanto os tem no copo, e quando acaba, você lava o copo e enche com outra e bebe tudo de novo.
(rick rosa)

os dias

Mal cheguei, e meu peito já se encheu de tristeza, seus olhos nada me diz...uma lagrima tentou fugir de seus olhos, logo em seguida um sorriso também tentou fugir.minha cabeça baixou, virei e fui, pra onde não sei.
Aas palavras perderam todo o sentido, são só lembranças de um passado teatral , as vezes penso que nada foi real, nem os beijos, nem o amor. Tudo agora parece ter sido superficial.
Todos estão lá, a sorrir, e, eu estou aqui a sentir uma dor que já não tem limites.
Peço a mim mesmo para acordar desse pesadelo, e só agora percebo que estou acordado por que a dor é tão real, quase palpável, e percebo que aquela alegria que tínhamos isso era uma utopia. Ouvir que você me ama já não faz sentido.
No relógio vejo o tempo passar lentamente, e cada canção é um suplicio.
A madruga se vai, e o sono não vem, quero acordar, mas, não estou dormindo.
E entra essas paredes não a um deus se quer, e é melhor que seja assim, não quero me sentir culpado de porra nenhuma.
Meus lábios sentem saudades dos seus, e balbucio seu nome baixinho e com os olhos fechados. É estranho como nos humanos patéticos, continuamos amando mesmo depois de ser machucados, queria poder mandar em meus sentimentos e enquanto não posso vou sentir essa pequena imensa dor por muito tempo.
(rick rosa)

noite/amor

Na noite fria meus olhos te buscavam te encontravam, e era só isso e nada mais... e eu queria abraçar seu corpo e beijar seus lábios.
Não, o que eu estava sentindo de fato,não era amor ,muito menos alguma espécie de paixão súbita ...era apenas desejo, simplesmente desejo. Eu queria e quero seu corpo nu junto ao meu, o suor escorrendo de nossas peles, beijos por todo o seu corpo, mãos deslizando pela suas costas, cintura, pernas, cabelos e por fim tocar seu sexo com a mãos,como os lábios. Explorar cada centímetro do seu corpo.
Te fato não te amo, apenas quero fazer o amor acontecer entre quatro paredes.
(rick rosa)

palavras

Seus olhos perfuram meus pensamento... e então busco seus labios , eles não estão lá. E então toma mais um gole. Você nunca esta. E eu sempre fico pra trás, e meus pés vão sem direção e a cebeça só vai, os olhos procuram algo , o que ? não sei ainda ,no entanto, continuo buscando , e por que não buscar?
Todos estão por ai, e eu por aqui , sem nenhum dinheiro , sem trabalho e sem amor. E as vezes fico feliz de não ter porra nenhuma , pelo menos assim não corro o risco de sair perdendo. E tudo que escrevo, talvez milhares leram, mas, só depois que eu morrer.
Não luto pra viver, apenas vivo. Não lutarei contra a morte, apenas morrerei. Vou vivendo, e as me iludo com se isso fosse bom, como de fato é algumas vezes.
Quando eu morrer não importara o tanto de palavras que escrevi, ou quantas letras digitei, muito menos o que vivi, só se torna heroi de fato quem morre.
O tempo escorre esternidade a dentro, o universo se expande pra em algum momento retroceder... e por mais infinito que seja o universo, e que o fim é anunciado, e que tudo morre, ainda fazemos questão de sermos eternos, queremos que o amor seja eterno.
Só o que sobra para nós é o fim, tudo acaba um dia com acabou esse texto depois de 242 palavras e você nem percebeu.
(rick rosa)