19 de fev de 2009

real

Tudo é uma fuga dessa realidade mórbida que vivemos, eu te buscando em cada lagrima que escorre de meus olhos, e você me buscando em seu desespero infantil. Te quis ,não te quis e a cada dia percebo que te quero o tempo vai escorrendo aos meus pés, e seus nome desaparece de minha mente e reaparece em meus lábios secos e miseráveis, seu nome, minha esperança.
O relógio marca a hora, tenho que sair, antes que veja meu enterro nesse quarto de paredes humídas, queria encontrar-te novamente, queria contemplar minha loucura em seus olhos, queria te ver deitada em meus colo me olhando.
Minha voz perde a força frente ao abismo, e tudo que quero é te ter, e isso só parece possível em sonhos, e nem todos os sonhos se tornam realidades, você é a musa de minhas canções tristes, e deusa da minhas palavras mortas.
Quero seu sorriso, sua voz, seu cabelos, seu corpo e suas mãos pequenas, sei que em seus momentos de solidão pensa em mim. Você foi o que é hoje, uma esperança perdida em um paraíso em chamas.
(rick rosa)

momento qualquer

Eu querendo seus lábios, estou mergulhado em minha cama suja pelo tempo. Minha solidão de um final feliz. Escalo minhas montanhas sozinho, esperando um sorriso qualquer. Estou completamente perdido, perdido em campos de morangos vermelhos. Não há o que fazer, é o fim, meu fim.sentado em canto escuro ou caminhando pelas ruas quando as trevas me cobrem, me pergunto onde estás. Já não te vejo, nem em meus sonhos, você é só um lembrança triste de minha mente, uma lembrança que não sei se quero apagar, meus olhos fogem do seu, me mergulham no asfalto. Não quero me ver em seus olhos tristes, um gole de uma bebida qualquer me aquece da noite fria. Nada parece possível agora , minha garganta está seca ,e ,eu não consigo mais gritar seu nome. Ainda assim sussurro seu nome. Ainda ouço suas palavras em meus ouvidos, enquanto meus braços se escondia do mundo sombrio. Coloquei em mim um mascara para tentar fugir do amor, para tentar fugir de mim. Já não me reconheço, olho pra mim mesmo e grito ; “NÃO ,ESSE NÃO SOU EU”. Na verdade estou completamente perdido desde que você se foi. Tenho vontade de fugir para alguma dimensão em você não exista, mas você vai sempre existir, e eu não posso fazer nada por isso. em algumas noites pareço ouvir o balbuciar da sua voz junto a meu ouvido em quando durmo. Vejo seu rosto nas nuvens, não te quero mais, ou quero não sei ao certo. As estrelas, todas elas negras, já não adianta gritar. Chorar não vai te trazer de volta para meus braços. Eu e você, é tão improvável, eu já não vivo meu futuro. “você é tudo que esperei encontrar, por que não de conheci antes?” - ela me disse. E essas palavras se perderam em seu coração. O amor é uma aberração, estranho para todos. tenho vontade de me esconder em algum canto do universo. Não sou tão especial como pensei, as estrelas parecem cair em minha cabeça. Você fugiu, e não há nada que eu possa fazer. Meu mundo agora é tão aparente, já não sei o que é real em mim. E tudo por que você se foi, porque você se foi? Seus olhos melancólicos eram meu esconderijo preferido, ali a tristeza parecia não me atingir, e foi lá que ela me achou. Agora sou um homem quebrado sentado no meio fio , contemplando a tragicomédia que é a vida, o mundo está desmoronando a todo momento. Meus dedos dançam no teclado do computador, e crio melodias tristes, lagrimas tentam fugir de meus olhos a todo momento, e em casa sozinho não preciso mais esconder nenhuma , e tento me pegado pensando em você com frequência. Como te quis como te quero e como odeio sentir isso. Chamas incendeiam meu peito toda fez que eu te vejo, e melhor eu manter a calma, tentar sobreviver a tudo isso, em alguma época isso a de acabar, tudo que quero agora, e um cigarro para me distrair com a fumaça e tentar te esquecer pelo menos por cinco minutos.
(rick rosa)