14 de ago de 2010

...


Meus pensamentos se condensam, em uma madrugada ensandecida meus pensamentos queimam, onde devo ir? O silencio da noite tortura, estraçalha tudo dentro de mim... o maço que se vai rapidamente só me mostra o quando já não sei as direções a serem tomadas...talvez devesse sair por ai atrás daquela coisa que me falta, ou deixar que outra coisa que não me falta me complete. Imagens que criei em meio a loucura, sentado em um lugar qualquer, já não me satisfazem... que diabos devo fazer agora? Acendo mais um cigarro...talvez eu devesse mandar tudo pro inferno, sair por ai feito Sam Paradise, ou me isolar em mim feito um Werther apaixonado idiota, esperando a morte que me darei.
Tenho caminhado madrugadas inteiras procurando lugares onde estes olhos nunca estam, fujo, mas, do que fujo a não ser de mim mesmo? Tento renascer a cada dia, meu olhos me enganam emanando falsas esperanças. Meus olhos muitas vezes vermelhos me levam a lugares que nunca estive, tento desvendar mistérios alheios...quero que tudo se foda, é uma merda de um jogo , que não parece nada interessante quando se esta perdendo...não mais onde estou de fato...na verdade nem sei se quero saber. Penso que logo logo devo deixar toda essa porra pra lá, e plagiando uma pequena frase; “até quando esperar.” Minha cabeça dói , queria estar longe daqui, preciso de mim, e que se foda todo o resto.