27 de mar de 2013

viagem

Palavras bonitas não me vem a mente, como escrever de sentimentos que acabo de ser apresentado? não sei explicar ao certo se, o olhar, o sorriso, o abraço, as conversas,  ou lábios daquela moça, talvez tudo isso, e do nada, uma recorrente solidão predominante se afastou, agora se ressumi a estar com ela, ou esperando pra estar com ela...as pessoas procuram o paraíso em suas crenças, e o encontro a cada abraço daquela menina, hoje já é quarta, mas, o trem mais esperado é´o de sexta, meu caminho preferido são aqueles que me levam aquele sorriso...talvez eu devesse copiar algum poema de Neruda ou Vinícius , mas, não seria eu falando seria eles falando pra outras mulheres, e eles já foram usados por outros caras , pra outras mulheres, ela é única, e  o que sinto é único, não faz sentido copiar. Ela permeia meus sonhos, e olho sempre maravilhado, como alguem que fuma um baseado e fica viajando na lua. ela simplesmente ela...seus olhos me tocam profundamente...seu sorriso me alegra...ai vou eu vida, desafiando o universo que em outras horas tive como conspirador barato...como ela me faz se sentir? um Shakespeare moderno e barato, mas ao menos sincero.

Nenhum comentário: